segunda-feira, 16 de novembro de 2009

.quando o desejo fala mais alto e quando o corpo pede com fome.




Num vai-e-vem de pensamentos confusos e perturbadores que meu corpo se arde na possibilidade...
Arde no toque impreciso...
No calor dilacerante...
No odor do desejo...
Na boca que queima e alimenta...
Na mão que invade caminhos arrepiados (caminhos de corpo nu)...
Na mão que deseja tão suavemente que inibe (mãos dentro do meu corpo)...
Mãos que freiam
Nas mordidas de frenesi latente e olhares de nudez
Na língua que passeia em rodopios e decotes (sentimentos de lascívia e deleite)...
Nos calafrios e sensações de inspirar e expirar (enquanto tu puxas meus cabelos)...
No apertar bruto e quente (nos sussurros de quero mais)...
Desejo-te mais profundamente (cada vez mais dentro de mim) te desejo.

5 comentários:

L.A. Emery disse...

A próxima fernanda Young. Romântico e erótico! Gostei =]

Arapiraca Independente disse...

Fernanda Young não, vei... KKKKKKKKKK!

Tá bem preciso. Vai direto ao ponto. Esse é um novo caráter da poesia! :*

/Breno Airan

SAL disse...

Adoreeeei!!!

Amei o post com uma pitada de erotismo mas muuuuito romantico!!!

pausa pra suspiros...

Teu blog é show!!! Parabens pela maneira unica de escrever sobre esse amor eros tão lindo!!!

bjo

Aquino Neto disse...

muito bom!
^^

Fernando R. disse...

hummmmmm...

(apertando os dedos e tudo mais que tiver direito)