segunda-feira, 29 de junho de 2009

Para Todas as Coisas

Para seduzir, olhar
Para divertir, bobagem
Para o carro, devagar
Mas para enfrentar, coragem

Para acreditar, mentira
Para discutir, opinião
Para levantar, sol
Mas para dormir, colchão

Para entender, conflito
Para se ganhar, amigo
Para deletar, mensagem
Para o verão, viagem

Para fofocar, revista
Para distrair, TV
Para uma dieta, açúcar
E para amar, você

Para encontrar, vontade
Para atravessar, a ponte
Para desejar, sorte
E para ouvir, Marisa

Para Capitu, Machado
Para uma mulher, Clarice
Para Guimarães, Brasil
Na terceira margem do rio

Para o secador, molhado
Para o colar, anel
Para o batom, um beijo
Sempre muito apaixonado

Para se pintar, espelho
Para se perder, aposta
Para dividir, segredo
Para namorar, se gosta

Para um biscoito, avó
Para comprar, essencial
Para todas as coisas, nó
E para terminar, final

Ana Cañas

Para tudo há uma porta...Só basta deixá-la aberta e fazer dos braços longas escadas!:)

Um comentário:

Maxmilla Barroso disse...

Para seduzir, mentira.
Para divertir, sorriso.
Para o carro, gasolina.
Mas para enfrentar, confiança.

Para acreditar, inocencia.
Para discutir, razao.
Para levantar, motivo.
Mas para dormir, falta do que fazer.

Para entender, ouvir.
Para se ganhar, verdade.
Para deletar, correntes.
Para o verão, biquini.

Para fofocar, vizinha.
Para distrair, qualquer coisa.
Para uma dieta, alface.
E para amar, você

Para encontrar, outra coisa.
Para atravessar, vontade.
Para desejar, crença.
E para ouvir, silencio.

Para Capitu, Bentinho.
Para uma mulher, Chico Buarque.
Para Guimarães, Flores.
Na terceira onda do mar.

Para o secador, eletricidade.
Para o colar, foto.
Para o batom, um garoto.
Sempre muito apaixonado.

Para se pintar, tinta.
Para se perder, uma cidade.
Para dividir, gargalhada.
Para namorar, você.

Para um biscoito, recheio.
Para comprar, dinheiro.
Para todas as coisas, tudo.
E para terminar, começar.